Startup

StartUp

Recentemente tem se falado muito sobre startup, mas se engana quem pensa que esse é um conceito novo. As startups, também conhecidas por “ponto com” (ou “dot com“, em inglês) eram empresas recém-criadas, muito rentáveis e baseadas na internet. Surgiram na segunda metade dos anos 1990, durante a primeira “bolha da internet”.

 

Além de serem empresas novas e lucrativas, as start-ups se caracterizavam por apresentar ideias inovadoras, geralmente relacionadas à tecnologia, que atingissem grande potencial rapidamente e sem aumento expressivo de custos. Muitas das empresas desse período são bem conhecidas e presentes do nosso dia-a-dia, como Google, Yahoo, Ebay, Microsoft ou Apple, por exemplo.

 

startup

 

Muitas pessoas consideram qualquer nova e pequena empresa uma start-up, outras apenas as empresas de baixo custo e que se desenvolve rapidamente. No entanto, para os investidores, hoje se caracterizam por serem rentáveis e de rápido crescimento, mesmo num cenário instável.
As start-ups são impulsionadas por investimentos e devem buscar ser atrativas no mercado e, para isso, devem apresentar uma boa ideia inicial, ou poderão ser consideradas um investimento de risco. Mas apesar deles, muitos investidores obtiveram bom lucro em pouquíssimo tempo com as primeiras start-ups e desde então essas empresas ganharam a atenção do mundo e se popularizam a cada dia.
Você já pensou em criar uma? Não precisa ser necessariamente na internet, desde que se possua uma ideia inovadora e rentável, investidores surgirão, dispostos a transformar essa ideia em um grande negócio. Mãos a obra!

 

Por: Amanda Martins